Posts Tagged ‘Internet’

As cartas de Van Gogh e os registros póstumos do Facebook

outubro 19, 2009

Van Gogh - Quarto do Artista

Esses dias caiu nas minhas mão um artigo muito interessante. Sinceramente, eu não me lembro onde foi e muito menos quem escreveu, de qualquer jeito, ele me chamou a atenção para um fato muito importante que simboliza muito bem os tempos  modernos.

A reportagem falava dos pais de um garoto americano que morreu em um acidente de carro, um drama que acontece há muito tempo e em qualquer lugar do mundo. Fatalidades acontecem, o curioso é que hoje em dia quando alguém morre, ele deixa muita coisa registrada -Orkut, Twitter, Facebook, blogs e outras redes sociais que deixam ali nossos pensamentos e sentimentos- o que torna o seu perfil uma espécie de altar virtual. Os pais do rapaz usam a página do Facebook para se sentir mais perto do garoto, leram seus recados, pesquisaram as suas comunidades e aplicativos que ele usava, tudo na tentativa de entender a intimidade do filho, uma maneira desesperada e ao mesmo tempo compreensível de não deixar a pessoa querida ser esquecida. O problema é que o tempo passou e o casal não superou a dor, pois vivia uma ambiguidade. O  filho estava morto no mundo real, mas vivo no virtual.

Senti isso ao receber a notícia da morte uma amiga, não eramos muito próximos, mas mesmo assim senti aquele gosto ruim da perda, que chega amargo na boca e se espalha no estômago assim como um licor ruim. Fiquei muito triste com o que ocorreu e sabe a primeira coisa que eu fiz? Foi acessar a página dela no Orkut, lá vários scraps de amigos e parentes, falando diretamente para ela como se ela ainda estivesse viva, lamentando junto com ela a sua morte, apenas dois scraps foram o suficiente para dar um nó na minha garganta.

O que me leva a fazer diversas perguntas: o que deve ser feito com estes perfis? Existe alguma política dentro do Google por exemplo em relação a conta de uma pessoa que morreu e levou a sua senha com ela; e a família tenha o direito de encerrar o perfil? Você pode perceber que quando o assunto é morte, nada é fácil.

Para linkar o assunto, fiquei sabendo que o Van Gogh Museum disponibilizou todas as cartas escritas e recebidas pelo pintor holandês. Um registro importante não apenas por ele ser um dos maiores artistas da história ou por ele nunca ter vendido um quadro durante a sua vida, mas sim, por deixar registrados seus pensamentos numa época em que as pessoas não deixavam muitas coisas pra trás quando morriam.

Muito diferente de hoje.

Anúncios

Colaborativismo 001

setembro 29, 2009

O título do post parece um pouco complicado, mas fale de algo bem simples, é normal alguém se assustar quando enxerga o sufixo “ismo” em uma palavra, sei lá, inconscientemente a sua cabeça já faz conexões com revolução russa, Carl Marx, aulas chatas de arte na sétima série: comunismo, marxismo, capitalismo, construtivismo, cubismo e mais um monte de coisa que você sabe o que é, mas não sabe explicar com palavras.

O tal do colaborativismo é um movimento que cada dia cresce mais na nossa sociedade, seja nos governos, instituições, empresas, etc. Significa uma politica que estimula a a participação coletiva com idéias e opiniões. O Google sendo a empresa mais inovadora e inteligente do nosso planeta investiu nessa idéia com o Projeto 10^1oo  – eles mesmos explica o projeto:

“No total, segundo um comunicado da empresa, foram recebidas cerca de 150 mil ideias, em mais de 25 idiomas e 172 países. No Brasil, cerca de 5.500 sugestões foram enviadas ao site do programa. A responsabilidade da análise do material recebido ficou por conta de três mil funcionários do Google, em todo o mundo, que levaram em consideração cinco critérios: alcance, profundidade, eficiência, longevidade e implementação.

As sugestões foram divididas em assuntos: comunidade, oportunidade, energia, ambiente, saúde, educação, moradia e tudo mais”

Agora o Google abriu uma votação e vai financiar os projetos escolhidos pelo público?  Seria o mundo saindo das trevas? Vota lá playboy…

http://www.project10tothe100.com/

A ótima trilha é dos australianos do Joy Zipper – Go Tell The World.

The Ultimate Search

setembro 28, 2009

Gerrard - The Ultimate Search

Copa do Mundo chegando e as gigantes Adidas, Nike e Puma começam a jogar as suas cartas, a pergunta é “como vamos marcar presença na África do Sul em 2010?”

A resposta: comerciais astronomicamente caros e indiscutivelmente geniais; agências do mundo inteiro se descabelam para oferecer a estas empresas o que há de mais novo e criativo na publicidade, afinal, estamos falando do esporte mais popular do mundo, logo a liderança de mercado significa bilhões em cima de bilhões.

Quem saiu na frente dessa vez foi a Adidas com a ação viral “The Ultimate Search”, HQs foram produzidos pelos maiores nomes dos quadrinhos como J.G. jones, as historinhas contam as trajetórias dos soccer stars Adebayor,  Gerard, Kaka e Messi – sem esquecer de algumas misteriosas aparições do francês Zidane.

Paralelamente, na internet foi lançado o primeiro vídeo que serve para contemplar o HQ, que se refere ao capitão da seleção inglesa e do Liverpool (video abaixo)

Mais um sinal que as ditas mídias alternativas ganham cada vez mais espaço. E sabe porque isso? Porque na TV e na revista a marca tenta vender e na internet é diferente, ela precisa criar o conteúdo, ser interessante e útil.

Confere aí.

Twittadas Históricas

agosto 5, 2009

Sempre que uma tecnologia é incorporada em nossas vidas, mesmo que ela seja muito recente, a vida passa a ser impensável sem ela.

É o caso do Twitter, que se infiltrou fortemente na cultura nos Estados Unidos e no Brasil – mesmo que ainda em Porto Alegre o pessoal ainda é um pouco resistente, celebridades, artistas, músicos e boa parte das pessoas envolvidas com a mídia se entregaram e volta e meia responde a pergunta: What are you doing?

O site americano Historical Tweets diz que o Twitter já existe há muito tempo, postando ali twittadas que mudaram o mundo, sobrou pra todo mundo, Julio César,Jesus, Judas, Napoleão, Hittler, John Kenedy e outras figuras da história da humanidade.

O blog Jacaré Banguela criou a versão brasileira, claro, sempre focado nas nossas celebridades, hilário.

PS.: Quem quiser me acompanhar no Twitter:

http://twitter.com/bercosta

3749495624_405a2fbcb6_o

th-carlinhos-brown-jb

th-cicarelli-jb

th-ronaldo-jb

Mainardi Compara

julho 3, 2009

mainardi

Para mim, o Diogo Mainardi era apenas um sujeito raivoso e mal comido que escrevia na  revista Veja, atirando contra tudo e contra todos, na melhor da expressões “hay govierno, soy contra”, um Ratinho politizado que lia livros.

Depois que ele entrou para bancada do Manhattn Connection, tive que mudar minha opinião, aquelas agressões dirigidas em outrora para o FHC e agora para o Lula saiam de um cara simpático e educado, que sabiam colocar muito bem suas palavras com uma voz muito calma.

Agora  comecei a acompanhar o Twitter dele, finalmente tive que rever meus conceitos, ele optou por não ficar reclamando de CPI contra o Sarney, aprovação de medias provisórias, erros na diretrizes do PT e outras chatices tão comuns na imprensa política brasileira.

Ele simplesmente criou o Mainardi Compara http://twitter.com/mainardicompara, como diz o nome, ele faz comparações absurdas de fatos e pessoas, que no primeiro instante soam estranhas, mas parando 5 segundos para pensar, a lógica surge, sempre a estilo Mainardi de ser.

Selecionei as melhores:

José Sarney é o Mr. Potato Head que não atendeu o recall.

Selton Mello é o Johnny Cage low-profile.

A morte de Michael Jackson foi a morte de Nair Belo para os não–ítalo-brasileiros.