Posts Tagged ‘House Music’

Basement Jaxx – Scars

outubro 14, 2009

basement-jaxx

Aqui está o novo álbum do Basement Jaxx  – Scars.

A coisa já começa bem desde a capa, gosto muito dessas montagens com recortes de outras imagens para forma uma segunda imagem, não que esta técnica seja novidade ou algo pra lá de original, mas quando bem feito, sempre vale a pena, principalmente quando se mistura o rosto de uma cegonha com orelhas de zebra e armadura medieval, sem esquecer do corpinho da top model.

Para quem não sabe, o duo inglês formado por Felix Buxton e Simon Racliff já recebeu um Grammy, em 2005. O prêmio em questão era o de melhor lançamento de música eletrônica, graças a Kish Kash, álbum que fez história na época.

A fórmula desse novo disco é a mesma dos anteriores que conquistaram gente como Fatboy Slim e Carl Cox: batidas bem marcadas, linhas de baixos acentuadas e vocais pegajasos que grudam no ouvido.

O primeiro single é Scars, um baladinha estilo black music, escuta aí.

La Musique

junho 3, 2009

Music

A maioria das vezes eu acordo sem a menor vontade de escrever, muitas vezes acompanhado de um grande mau humor. Sabe, tem dia que as palavras custam a sair, e quando mais se junta às palavras, parece que pior fica, a dificuldade aumenta quando você se auto obriga a escrever todos os dias.

O que sempre ajuda é ouvir música, e como eu só não escuto música em lugares que não se pode ouvir música, uma hora ou outra a inspiração aprece, algumas vezes mais, outras vezes menos, depende da qualidade da música, quem sabe?

Mas adaptando uma fala do Burro do Sherek “você já perguntou para uma pessoa se ela gosta de música, e esta pessoa te respondeu que não”. É praticamente impossível conhecer alguém que não gosta de música, quase como alguém que não gosta de tomar água (na verdade eu conheço uma).

Por isso eu faço essa homenagem a música, e toda a força, que ela nos passa ao longo dos dias, nada melhor para ilustrar o que eu estou dizendo é esse clip dos ingleses Faithless, que a pouco tempo foi copiado para uma propaganda da Nescafé. Mas a moça não se importou, manteve o ritmo.

Enjoy…

Que Isso Carl

maio 4, 2009

Carl Cox

Já Carl Cox é o oposto, sempre com uma atitude positiva fica visível que ele gosta muito do que está fazendo, e seu set é animado e dançante. Ao final da festa ele dá um loop na musica, corta o bass, e munido do microfone diz com sua voz grave: “Senhora e senhores muito obrigado por virem, vocês não podem imaginar a honra que foi receber vocês aqui, espero que retornem”, solta música novamente e a pista volta a explodir. Vejo os rostos felizes ao meu lado e acredito que todos estão pensando o mesmo que eu: “que isso Carl, a honra foi nossa!”.

Extraído da minha matéria sobre Ibiza para rraurl.com – aqui fica o link da matéria completa: http://rraurl.com/resenhas/5594/Ibiza_2008

Boa dica também é o Essential Mix do Mr. Cox que saiu a poucas semanas.

Enjoy…

Carl Cox – Essential Mix

Linguagem Corporal

abril 18, 2009

Booka Shade

Sexta feira a noite chegando.

O que está chegando também é o primeiro DVD do Booka Shade.

Este lançamento repete a fórmula vencedora de outros DVDs de grupos de música eletrônica, entre eles pode citar o Justice no Beyond The Universe pagando de rock star e o Soulwax com Party The Weekend Never Dies – as cenas da turnê se misturam com as apresentações ao vivo.

A história do Booka Shade se confunde com a história da música nesses últimos anos, hits que passeiam entre o house e o minimal.

Aqui eles tocam a “Ana Júlia” deles, Body Language.

Live 0001

março 30, 2009

Daft Punk

Há poucas coisas melhores na vida que música ao vivo, então resolvi criar essa seção, com fotos e videos, mostrando artistas, DJs, bandas e etc. em grandes performaces.

A seção Live vai rolar toda segunda aqui no Pão & Circo, bem depois do final de semana, como diz o dito popular “ressaca se cura bebendo”.

Começamos então com o Daft Punk ao vivo na pirâmede em Paris, junho 2007. Olha e chora e não se esqueça – TV Rules The Nation.

Discodrome (Balearic Beats Mix)

março 20, 2009

ibiza1

Deixo aqui meu novo set, ou melhor, um passeio pelas melhores vertentes da música eletrônia atual: a space disco e o balearic beats.

Tirando a baboseira de acima, espero que gostem. É só clicar no link abaixo, vai dar direito no Rapidshare, clique na opção “free user”, esperar alguns segundos e fazer o download.

http://rapidshare.com/files/211549857/Bernardo_Coast_-_Discodrome_Balearic_Beats_Mix_2.mp3.html

Enjoy.

Deadmau5

fevereiro 23, 2009

djdeadmau5

Estava no hotel Ocean Drive fazendo algumas entrevistas para o DJs Awards, já tinha conversado com alguns DJs como Sasha, Ritchie Hawtin, ainda faltavam alguns para trocar uma idéia quando decido dar um pulo no bar, tinha bastante gente tentando comprar bebidas, me amontoei com os demais, ao meu lado estava um baixinho de cabelo loiro, de piercing na sobrencelha direita, o garçon nos olho e perguntou que estava na frente, o baixinho gentilmente deixou eu pedir primeiro.

Meses mais tarde descobri que era o próprio Deadmau5, isso porque nunca tinha visto uma foto sua, ele sempre aparece com essa enorme cabeça de Mickey Mouse psicodélico.

Ele que vem papando todas as premiaçoes da música eletrônica em 2008, melhor DJ (DJ Awards) e produtor(Beatport Awards)  de electro house e por pouco não levou um prêmio no último Grammy. Deixo abaixo um video muito bacana (um pouco longo) em que ele explora muito bem esse lance do disfarce.

PS.: Devia estar divertido lá embaixo.

Carry Me Away

fevereiro 12, 2009

Coloco aqui Carry Me Awaay, do produtor e dj inglês Chris Lake, acabei descobrindo essa música em um Essential Mix do Sharam, qua data de janeiro de 2007. Sembre gostei muito dela, mesmo que ela se localiza nessa perigosa fronteira entre o house e o trance – lembra muito quando a gente pegava a estrada em Ibiza ao som do melhor do Balearic Beats.

O clipe podemos dizer que é bom, isso porque o roteiro parece ter sido inspirado em algum episódio de Malhação. Mas o que salva é que se passa em Amsterdan no verao, que deve ser realmente incrível, palavra de quem a conheceu no alto inverno.

Sem esquecer da menina que também possui seus encantos.

Quando o Deep Dish era o Deep Dish

fevereiro 12, 2009

Como diz o título, sem minimal, sem underground ou novas roupagens, sem long sets que ficam cozinhando as pessoas, apenas um pouco de boa musica.