Archive for agosto \31\UTC 2009

Roma Underground

agosto 31, 2009

1986883467_26e04366d4

Não poderia ser diferente, em uma cidade antiga , com mais de 2 mil anos de histórias nas costas, que possui prédios históricos construídos em diferentes épocas, não é de surpreender que as estações de metro fossem diferente, mesmo assim é impossível não perceber a podridão e a sujeira das estações de Roma.

Para começar que elas simplesmente são pichadas de cima a baixo, você olha para um canto e pensa, com alguém se dá ao trabalho de ir tão alto, apenas pelo prazer de passar tinta spray na parede, o mesmo acontece com trens, não sobra um vagão, “street art” para todo lado, o que me leva a pensar que certamente existe uma grande falha na segurança.

Que está provavelmente ligada a baixa arrecadação que este serviço público gera, o valor da passagem custa apenas um euro, sendo que este valor na maiorias das vezes é opcional, faço uso desse expressão porque como eu disse acima, não há seguranças e a catraca é muito baixa, logo tentadora, então paga quem quer e lá não é muito diferente do Brasil. Então você olha para esquerda e vê um gordito, muito bem alimentado de porpeta, brusqueta, lasagna e afins; vira a cabeça e do seu lado está um casal vestindo Dolce & Gabanna, Gucci e outras grandes marcas das cabeças aos pés, então você conclui que deve ser apenas no transporte público que os romanos estão meio quebrados.

A estação central se chama Termini, literalmente o coração de Roma, de lá saiem as duas únicas linha da cidade (digo únicas porque Paris tem 16 e Madrid 12), a azul e a vermelha, que carregam gente de todo tipo: mochileiros, mulheres de reputação duvidosas, estudantes, gente indo e volta do trabalho.

Seja embaixo da terra ou em cima dela, a voz humana é algo que marca muito quem visita Roma, os italianos em geral não sabem falar baixo, uma simples pergunta como “qual é a estação do Vaticano?’ é respondido em um entusiasmo que somente o maior tom de voz possível pode representar.

metropolitana

Malvados – Terapia

agosto 28, 2009

Mais malvados: www.malvados.com.br

tirinha1322

Betadine – Sem Drama

agosto 28, 2009

Na minha infância – e acredito que na de todo mundo – os tombos sempre foram uma constante, volta e meia lá estava eu com o joelho arranhado, o cotovelo sangrando e a mão raspada. O que se deve em primeiro plano por uma infância bem vivida, mas sem dúvida fruto de um crescimento desproporcional na minha altura, o que gerou muitas quedas, torções e afins.

Esta campanha da Betadine me transportou para o passado, me fazendo me lembrar que o novo machucado conquistado era um aperitivo do que estaria por vir, a dor, o susto o choro eram apenas um gostinho, a pior parte era colocar a porra do Mercúrio o Mertiolate na ferida para não “infeccionar”, ai sim vinha lá vinha a cereja do bolo, a recompensa ou melhor dizendo o castigo final, sem dúvida era o que mais doía, você provavelmente pensava como eu “por favor deixem cair meu braço, mas não passem Mercúrio nele”.

Assim que meus tombos se tornaram cada vez mais escassos, notei que ao poucos foi chegando ao mercado os anti-sépticos, que não ardiam e nem deixavam aquela leprosa mancha laranja – não sei se é mania de perseguição ou algo parecido, mas  tenho a impressão que esses produtos surgiram exatamente na época que eu não precisava mais deles.

A criação da pessa é da Y&R de Praga – Republica Tcheca.

O anúncio diz: Betadine – Desenfeccionando sem drama.

wood-cut

scissor-cut

bike-accident

Paternidade

agosto 27, 2009

2186142563_172bb77446

Catherine ficou amiga delas todas. Sempre me impressionei com a velocidade que as mulheres ficam amigas. Quando eu estava no parquinho, sempre me via numa elaborada dança paternal pela qual tentava afastar sutilmente meus filhos das outras crianças cuidadas por seus pais com medo de ser levado ao constrangimento de entrar num papo furado. Mesmo que a comunicação fosse inevitável, não falaríamos diretamente um com outro, mas empregaríamos nossos filhos como interlocutores. Assim, se Millie estivesse deliberadamente bloqueando o escorrega, minha maneira de perdir desculpa ao outro pai seria dizer bem alto: “Desça do escorrega, Millie, e dê a vez a outra mininha”.

O outro pai responderia que estava tudo bem respondendo “Não empurre a menina , Ellie. Ela vai descer quando estiver pronta”. E não seria necessária menor troca de olhares entre aqueles dois machos adultos. Enquanto isso, em qualquer outro canto do parquinho, a mulher dele e a minha já estariam revelando mutuamente quanto tempo tiveram que esperar para trepar outra vez depois de dar a luz.

Extraído de A Maior Conquista de Um Home de John O´Farrell – o protagonista do livro é Micheal Adams, casado e pai de três filhos, que enfrenta enorme dificuldade com a paternidade, devido a sua síndrome de eterno adolescente.

Maternidade

agosto 27, 2009

145786038_84d21cc680

– Você não pensou que eu também não estava achando difícil me ajustar?- Disse ela num sussurro furioso, cuspindo as palavras. – Deixar de trabalhar, dar à luz e de repente ficar presa numa casa, sozinha, com um bebê chorando? Você não acha que para mim foi um choque me tornar de repente uma mulher feia, gorda, cansada e chorosa, tentando amamentar um bebê aos berros enquanto o sangue corria do bico do meu peito, sem ninguém ao lado para me dizer que estava tudo bem, que era assim mesmo, que eu estava fazendo a coisa certa mesmo quando o bebê não comia, nem dormia, nem fazia nada além de berrar dias a fio? Sinto muito que tenha sido tão difícil para você se ajustar Micheal – ela estava chorando, zangada comigo e consigo mesma por entrar em colapso na minha frente.

– Mas eu nunca me ajustei – disse ela continuando – porque é impossível se ajustar. Minha situação era perder ou perder. Ficava me sentindo culpada quando pensava em voltar a trabalhar e quando pensava em trabalhar, e não havia com que conversar isso porque as mulheres que haviam no parquinho tinham apenas 18 e só falavam croata. Por isso eu sinto muito que você tenha achado tão difícil ficar na casa da sua mulher quando ela está enfrentando este inferno, mas tudo bem, porque você pode simplesmente sair, mandar tudo para aquela parte quando quisesse e ficar curtindo com seus amigos, indo a festinhas, vendo videos e desligando o celular para não ser pego por sua mulher quando ela quisesse chorar ao telefone com você.

Extraído de A Maior Conquista de Um Homem de John O´Farrrell

Beatles & Disney

agosto 26, 2009

 beatles-yellow-submarine-characters

A máxima: o rock and roll está tão perigoso quanto um pote de margarina.

Porque digo isso? Semana passada postei uma homenagem para o designer Heiz Eldmann, diretor artístico do filme Yellow Submarine que morreu há uns dias atras.

Então, ontem saiu uma noticia que a Disney vai fazer um remake 3D do desenho animado, que será lançado em 2012, data que o filme comemorará 45 anos, também vai ser aproveitado o gancho com as Olimpíadas que vai ser realizada em Londres no mesmo ano.

Quem vai ser o responsável da produção é Robert Zemeckis que faturou uma pedrada de Oscars com Forets Gump.  Yellow Submarine ficou famoso pelo seu ar underground, transgressor, que inclusive foi acusado de fazer apologias as drogas, já que Lucy in the Sky and Diamong (LSD) foi lançando no álbum que leva o nome do filme.

Basta saber se a Disney vai deixar o desenho mais light, se é que você me entende. E támbem me pergunto se a molequeda vai ganhar seu Ringo Star ao comprar o McLanche Feliz.

Helvetica 50

agosto 26, 2009

sex-drugs-helvetica

Se alguém convidasse você para assistir um tal filme chamado de Helvetica 50 Years. Você provavelmente iria perguntar.

– Mas sobre o que fala esse filme? sobre os 50 anos do reinado de um imperador suiço, não rola cara, filme europeu, muito chato.

– Não cara, é sobre a fonte texto helvética, aquele que tem no Word.

– Tá maluco, mais chato ainda.

Realmente parece ser um convite pouco aceitável, entretanto o documentário Helvetica 50 Years  do diretor Gary Hustwit é realmente um bom programa, mesmo que você não seja designer, publicitário ou qualquer uma desse profissões de gente arrogante.

Com uma bela fotografia, ótima trilha sonora e linguagem acessível o filme trata sobre está fonte que revolucionou o designer gráfico, criada na Suiça em 2007, a Helvetica trouxe limpeza, imparcialidade e neutralidade, extamente como os suiços são.

Logo a fonte tornou se a favorita, tanto que as maiores empresas criaram sus logotipos com Helvetica, a onde foi tão forte que 20 anos depois virou padrão, nos anos 70 criou se um boato que dizia que as empresas que usavam a fonte apoiavam a Guerra do Vietnã, nesta época a layout poluido e psicodélico representavam transgressão, tão normal em tempos de Woodstock. Hoje em dia ela se tornou um mito, tendo vários admiradores e fãs clubes no mundo inteiro.

Como eu disse o filme não interessa apenas os profissionais da área, mas todos que querem enteder, de uma maneira ou de outra, o mundo que a gente vive, já que a fonte está presente em quase todos os lugares.

Dificil vai ser achar na Blockbuster, então confere aí trailler.

Absolut Escadinávia

agosto 25, 2009

Uma brincadeira divertida, selecionei os postais da Absolut que retratam as capitais dos países nórdicos, Oslo – Noruega, Estcolomo – Suécia, Copenhague – Dinamarca.

No futuro vou fazer mais umas dessas seleções já que os postais da Absolut sobre as principais cidades do mundo são quase infinitos.

Enjoy…

Absolut Oslo

Absolut Estocolmo

Absolut Copenhague

Berlino Forever

agosto 24, 2009

Berlino and Bolt

Este domingo terminou o Mundial de Atletismo realizado em Berlin.

Claro que o grande destaque foi o jamaicano Bolt que quebrou dois recordes mundias, nos 100 e 200 metros sem barreras, suas caras e bocas ganharam manchetes do mundo inteiro.

Também não podemos esquecer da sempre louvável russa Helena Izambayeva e sua barriga de tanquinho chorando no colchão do salto com vara. As disputas do declaton e da marcha atlética ficaram para sempre em nossas memórias – isso é brincadeira.

Mas quem ganhou a simpátia de todos foi o não menos simpático mascote da competição, o Berlino, sempre empolgando o público, apoiando os atlétas. O urso fez tanto sucesso com suas aparições na pista do Estádio Olímpico de Berlim durante o Mundial de Atletismo que os bonecos de pelúcia do mascote esgotaram antes mesmo do fim do evento.

Olha aí um video dele aprontando uma das suas.

This Is England

agosto 21, 2009

this is england

Cara aqui vai uma boa dica de filme que foi lançado em 2006.

This is England. O filme se passa na terra da rainha no ano de 1983, nessa época o Reino Unido vive um momento social muito conturbado, Marget Tatcher tomou posse a pouco tempo e botou em práticas reformas pra lá de polêmicas na ilha, principalmente no que se refere a educação e a privatização de empresas, o que chamos hoje de liberalismo.

Além disso a Inglaterra está em guerra-massacre contra a Argentina, conhecida como a Guerra das Malvinas, milhares camponeses argentinos foram massacrados (mas devidamente vingados por Maradona na Copa de 1986), uma guerra inútil e cara, que causou algumas baixas britânicas, umas dessas baixas foi o pai do protagonista do filme, o jovem Shaun.

Nas sua férias ele começa a andar com jovens mais velhos que ele, ali ele entra em contato com sexo e drogas, mas ainda de maneira infantil, até que chega alguém tentando lavar a mente desse pessoal, convencendo eles a lutar pela verdadeira Inglaterra, quem seria o inimigo em questão, os imigrantes asiáticos.

Dirigido por Shene Meadows o filme que fala principalmente sobre o nascimento do da cultura punk e do movimento skinhead nacionalista, confere aí trailer e corre para a locadora.